terça-feira, 4 de julho de 2017

Nanã empresta o barro para Oxalá criar o homem - por Douglas Fersan




Dizem que quando Oxalá criou os homens, tentou usar o ar como matéria-prima mas o vento soprou, tentou usar o fogo, mas ele apagou, tentou usar a água, mas ela escorreu entre seus dedos. Então, Nanã lhe emprestou a lama, com a qual foi moldado o homem, e Olorum o soprou dando-lhe vida. Em troca Nanã pediu que o corpo dos homens lhe fossem devolvidos quando morressem. Assim, quando os homens deixam a vida carnal, seus corpos são enterrados e Nanã os acolhe, como se voltassem à sua origem. Nanã nos acolhe e embala em seus braços, nos preparando para uma nova existência.

Douglas Fersan